quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Como vos dizia, são os melhores transportes públicos do mundo







O mais engraçado é que muita vezes estão tão caladinhos que quase não me apercebo da presença deles.

quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Passagem de ano na Noruega: um resumo



Neve


Neve


Festa de tema casino

 

Mais neve

Tão bonito! Aqui em Estocolmo só nevou umas três vezes até agora e por isso soube bem ver tudo branquinho e tão pacífico. Bom 2018 pessoal!


quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

O último post de 2017


2017 foi um ano bom e difícil - foi polarizado por motivos que não quero descrever aqui. Acima de tudo, foi o ano em que comecei a sentir a recompensa pelos mil e um sacrifícios pessoais que fiz nos últimos anos. Terminei a minha segunda licenciatura e fiquei efectiva num trabalho que me preenche, onde aprendo todos os dias, onde sou elogiada e para onde posso canalizar certas características/qualidades centrais que me definem como pessoa - a minha empatia, o meu gosto pela escrita e a minha crença na enorme responsabilidade do Estado para com quem depende dele. Tenho crescido como pessoa e tenho desenvolvido uma paciência que nunca pensei ter. Tem as suas dificuldades, sim, e sinto a humildade de quem não sabe o que o futuro traz, mas neste momento sinto uma gratidão imensa por finalmente ser assistente social e por poder trabalhar com os jovens com que trabalho. Eu não sou nenhum Dalai Lama. Tenho os meus momentos estúpidos, sou orgulhosa, faço escolhas dúbias e este ano fiquei ainda mais vaidosona do que já era (embora continue sem jeito nenhum para pintar as unhas). Mas já que estou a escrever uma espécie de post solene, gostava de vos pedir que sigam o vosso coração e que mudem de rumo se o vosso coração vos pedir.

Também foi o ano em que recebi com regularidade fotos, enviadas pela minha mãe, da minha avó com um grande sorriso na cara apesar da doença, enviadas pela minha mãe. Saber que está tão bem cuidada e que apesar da doença mantém aquele sorriso só seu deixa-me sem palavras. A avó tem o amor que merece, o que é muito tranquilizante apesar da distância.

Mudando de tema - já vos disse que passo demasiado tempo em transportes públicos? Quase duas horas por dia, o que me dá tempo para pensar (e andar a pastar no Facebook). Hoje cheguei à conclusão que se poupar 50 cêntimos por dia, são 182 euros ao final de um ano (#Einstein). Uma quantia modesta, eu sei, mas decidi que vai ser o meu desafio de 2018, porque é mais divertido começar o Ano Novo com um desafio. O plano é criar uma conta especial (à parte da conta-poupança que já tenho) e transferir o dinheiro uma vez por semana. Logo decido o que fazer com o dinheiro. E vocês, o que andam a planear?

E para terminar, lembram-se de eu pedir ideias para a prenda do meu chefe? Acabei por comprar pedras para whisky, cocktails etc. São umas pedras em forma de cubos que se põem no congelador e que se usam em vez de gelo. A vantagem é que têm uma aparência um bocado cool e além disso não diluem as bebidas.

É tudo por enquanto. Obrigada por acompanharem os meus devaneios. Desejo-vos um Ano Novo feliz. Até 2018!


sábado, 23 de dezembro de 2017

Habemus casaco de Inverno


Só eu e o meu browser de internet sabemos as horas que passei na net à procura de um casaco de Inverno novo (o meu antigo foi para os contentores de reciclagem da H&M). Acabei por encontrar um que me convenceu por ter cinto e por não usar materiais de origem animal. Nem pele, nem penas, nem nada. Aqui está. É este.


E falar em casaco de Inverno - vale a pena vir a Estocolmo na altura do Natal. Fica tudo mais bonitinho, mais charmoso do que o costume, mas ainda não faz demasiado frio (o mês mais frio é Fevereiro). A foto abaixo é do mercado de Natal na Gamla Stan, o centro histórico. 

Feliz Natal a todos!


quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Os 30 e a neve



30! 


Afinal fiz 30 anos ou 3? Ninguém sabe ao certo, mas a verdade é que o balão Conchita veio para ficar.


Bolo de ovos moles caseiro, feito pelo meu querido namorado, que teve de traduzir a receita de Português para Sueco. Ficou a-ma-zing e veio provar que ser chata (e queixar-me que "se estivesse em Portugal a minha mãe comprava-me um bolo de ovos-moles...") compensa.





Let it snow


Este menino vale bastante a pena e é o que acontece quando se faz anos em Novembro e se recebe vales-presente da Rituals. Venham mais!



A minha obra de arte. Valeu a pena o esforço e as picadas das agulhas.



domingo, 3 de dezembro de 2017

Pai Natal Secreto e outras coisas


Vim dar-vos um sinal de vida. Ando com saudades de escrever, e com saudades de ler os vossos blogs. Mas a vida não pára por causa das saudades e, como vos contei num post há dois mil anos atrás, eu tomei a decisão de não deixar o blog tornar-se numa fonte de consciência pesada. Primeiro vem a vida, depois vem o blog. Cheguei a pensar em fechá-lo mas neste momento isso não faria sentido. Eu gosto de regressar a este canto, às vezes apenas para ler posts antigos, e sobretudo gosto de regressar aos vossos. Desde o meu último post eu fiz 30 anos, a neve veio e foi (mas não faz mal porque ainda nos esperam pelo menos cinco meses de Inverno...), comprei o meu primeiro calendário de Advento a sério (da Rituals), dei-me permissão para me deixar levar pelo espírito natalício a 100% apenas para me divertir apesar da distância da família e coisas afins. Estou até a organizar um Pai Natal Secreto no trabalho e calhou-me comprar um presente para o chefe, sobre o qual sei aproximadamente: nome, sobrenome, gosta de cães. Ideias? 
Volto com fotos em breve. Beijinhos.

terça-feira, 24 de outubro de 2017

Entretanto no cérebro das pessoas que pensam demais


É um dia frio de Outono. Joana vai ao supermercado. À porta, uma pedinte Romena cumprimenta a Joana de forma educada. Joana decide comprar algo para a pedinte no supermercado. A primeira ideia é comprar um saco de pão.

"Mas o pão não tem nutrientes nenhuns. E se lhe comprar um daqueles smoothies que eu costumo comprar para beber no trabalho? Contém fruta e é saudável. Vai o de morango e banana ou o de manga? Hmm. E se ela não gostar de fruta? Pode até ser alérgica a morango. E além disso está frio lá fora e provavelmente não lhe apetece bebidas frias. E se comprar um pacote de bolachas de chocolate? Não tem nutrientes nenhuns mas se calhar ela não costuma comprar 'mimos' desses. Mas e se ela não gostar de chocolate? A minha irmã Susana não gosta."

Acabei por comprar as bolachas de chocolate, mas não sem as minhas dúvidas. Ela agradeceu, de forma educada. Espero que goste de chocolate.